Descubra aqui algumas dicas para contratar o profissional ideal.

O que realmente fica de concreto para recordar as emoções da cerimônia de casamento depois que ela acaba? A festa e o bolo acabaram, as flores murcharam e o vestido nunca mais será usado… O que resta? As suas memórias e o álbum de fotografias.

Por isso é aconselhável prestar muita atenção em quem será o profissional que vai cuidar do registro fotográfico do seu casamento. Imagine que frustrante seria você retornar de sua lua de mel e constatar que as fotos não foram bem tiradas ou que o filme queimou… Todo cuidado é pouco quando o assunto é a arte de fotografar!

Então, para que você não erre na escolha do fotógrafo para o seu casamento, aqui vão algumas dicas:

1. Não deixe para contratar um fotógrafo na última hora! É aconselhável fechar o contrato com no mínimo 5 meses de antecedência

2. Antes de fechar negócio é preciso conhecer quem você vai contratar. Peça referências na igreja onde será realizada sua cerimônia, com a pessoa que irá decorar o evento, com o estilista e com o responsável pelo buffet. Certamente estas pessoas sabem o que falam e conhecem profissionais competentes. E o seu bom senso é primordial nesta escolha, peça para ver um ou dois álbuns do mesmo casamento. Afinal montar mostruário apenas mostrando uma ou outra foto, ou ainda inserindo fotos de modelos, não revela qualidade. O bom profissional não tem medo de mostrar material bruto (provas ou CD) de outros eventos..

3. Descubra através de revistas, álbuns de amigos ou em sites o estilo de foto que lhe agrada e leve um exemplo para o fotógrafo. Assim ele irá dar uma opinião profissional e dizer se trabalha ou não com o estilo que você quer. Atualmente as fotografias de casamentos estão divididas em dois estilos: o Tradicional e o Casual (informal ou foto jornalística).

O estilo tradicional geralmente é padronizado por cada estúdio, pois se trata de fotos pousadas, assim o mesmo estúdio pode contar com 3 fotógrafos seguindo o mesmo padrão. Já o estilo casual não tem padrões, ele conta com a sensibilidade do fotografo de captar o momento certo, as fotos são espontâneas. Cada fotografo tem uma sensibilidade diferente, portanto o material final terá resultados diferentes. No estilo de fotos casuais torna-se imprescindível que o material visto (mostruário) seja do mesmo fotografo que irá trabalhar em seu evento. Tome cuidado com estúdio que disponibilizam vários fotógrafos casuais, e que cobrem o mesmo custo das fotos tradicionais. Visto que para um bom desempenho em fotos casuais num evento, são tiradas em média 700 fotos contra 200 das tradicionais, e também as fotos casuais requerem mas técnica e olhar.

4.Veja se você simpatiza com o fotógrafo ou não. Fotos Tradicionais: Ele vai ficar o tempo todo “grudado” em você durante a cerimônia e a festa. Fotos casuais: Ele irá fotografar de longe buscando os momentos mais descontraídos, não irá monopolizar os noivos para fazer fotos.

5. Preste muita atenção no que o fotógrafo vai oferecer. Escute atentamente e depois faça a sua proposta.

6. É aconselhável ter dois fotógrafos. Em festas com mais de 400 convidados, é essencial a presença deles! Ou ainda você poderá ter os dois estilos: 01 fotografo tradicional e 01 casual.

7. Pense se no seu álbum vão ter fotos em preto e branco e/ou envelhecidas. Converse com o fotógrafo a respeito.

8. Explique detalhadamente como será seu casamento (desde as cores de seu vestido e da decoração até como será o cerimonial).

9. Indique durante o evento as pessoas que devem aparecer no seu álbum.

10. O preço é variado. Assim como em qualquer outra coisa, o barato pode sair caro. Geralmente as fotos custam em torno de 20% do valor total da festa.

Lembre-se:  O seu casamento é para você dar atenção aos seus convidados e festejar. Não se transforme em escravo da fotografia. Não faça uma festa só para fotos. Aproveite bem cada momento.

Consultoria
Braguetto Foto e Vídeo

COMPARTILHAR